"Chega mais, amigo! Sente-se logo à mesa, afina teu violão e cante comigo a canção que fiz pra vencer a tristeza."

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Não Vivo Mais

Não vivo mais
sem o teu amor.
Penso que a vida
foi despercebida

Te escondeu
e me fez chorar.
Deu-me a vida
sem ter a quem amar.
Sem ter em quem pensar.
Sem ter por quem viver.
E quem vive sem ninguém
tem motivo pra sofrer.

Não quero mais
acordar sem você.
E o anoitecer
que fez te conhecer

Me entregou
e me fez sorrir.
Deu-me a vida
o prazer de te amar,
de ter por quem pensar,
de ter por quem viver.
E quem vive com amor
tem motivo pra dizer:

"Já não vivo mais,
sem o teu amor."

Um comentário:

Camilla disse...

Muito belo poema. Parabéns
Abraços,
Camilla da Silva Ribeiro